sábado, 16 de outubro de 2010

Avó...

É difícil suportar,
A dor da despedida,
Principalmente quando a partida,
É para nunca mais voltar.
 
Jair de Assis

6 comentários:

Malika disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Malika disse...

Hoje nasceste estrela que vela por mim, olhos de Deus vigiando para que tudo corra bem… até sempre Avó Cau, e como o sempre não acaba nunca, até um destes dias meu anjo, estrela do meu céu...


...nasceu estrela que vela por ti, olhos de Deus vigiando para que tudo corra bem…
Até sempre..., e como o sempre não acaba nunca, diz-lhe assim: até um destes dias doce anjo, estrela do meu céu...

Malika disse...

... nasceu estrela que vela por ti, olhos de Deus vigiando para que tudo corra bem!
Até sempre Avó , e como o sempre não acaba nunca, ... diz-lhe assim: Até um destes dias doce anjo, estrela do meu céu...

Nirvana disse...

E., pelo que leio, a tua avó partiu. Pelo que leio, foi muito especial para ti. Contra a morte, nada podemos fazer, ela é incontornável. Podemos é fazer a vida, enquanto é vivida, ter sentido, significado. Para isso basta amarmos e sentirmo-nos amados. Quando não se ama, não se dedicam palavras assim. Terão partido abraços, beijos, mas não o sentimento.
Um grande abraço, E.

E... disse...

obrigado Nirvana pelas tuas palavras.
beijo

Gemini disse...

Há mais uma estrela no céu!

Tal como todos nós um dia, ela tinha de ir. Pensa apenas que foi preparar-te o caminho, assim como preparou aqui...

Um abraço que possa ajudar a confortar essa dor, que também é minha.